Livros de Suspense e Romance

Os romances policiais são o tipo de leitura mais requisitada do mundo literário, afinal, quem não curte uma boa história de suspense com pequenas histórias de amor e drama? Nessa lista você encontrará isso em primeira mão. Algumas das melhores histórias de suspense e romance!

Boneco de Neve- Jo Nesbø

Boneco de Neve- Jo Nesbø

Encontrar o responsável pelo assassinato em comúm dessas mulheres não será uma tarefa fácil para o detetive Harry Hole, mas todos confiamos nele, certo?

Livro escrito pelo autor norueguês, Jo Nesbø, e publicado em 2007. A trama abordará o desaparecimento de uma moça que é uma mãe de família casada que some de supetão, de uma maneira muito esquisita, envolvendo um boneco sinistro de neve. Esse é o sétimo volume da série de casos do detetive Harry Hole.

O marido e o filho alegam que antes de desaparecer, essa mulher havia elogiado o boneco de neve que ela achou que os dois tinham feito juntos, porém não fizeram. Além desse mais estranho fato, o boneco ainda estaria virado para a casa da mulher e não para a rua. Alguns dias após essa bizarrice, ela desaparece, deixando como única pista um cachecol que fica pendurado no “pescoço” do boneco de neve.  É aí que entra em ação o nosso querido detetive Harry Hole, que tem quase certeza de que essa moça foi assassinada, afinal esse boneco de neve está relacionado a outros casos de outras mulheres.

Apesar de ser um livro pertencente a uma série de outros livros de casos do Harry Hole, você pode ler tranquilamente, afinal os livros não estão ligados e não seguem uma ordem cronológica. Os nomes que surgem durante a história são familiares, Hole às vezes usa lembranças de casos anteriores para desvendar esse. É como se você estivesse lendo A Turma da Mônica, é a mesma personagem, mas com casos e histórias diferentes.

Com esse livro teremos a situação toda indo para um lado mais sinistro e bem montado pelo autor. Ele vai atrás de mulheres felizes e cria todo um cenário macabro e perfeito para uma cena de crime, onde nada é o que parece ser, tudo parece ser bem lindo no inicio, neve, clima de natal, família feliz, mas o inesperado acontece e puff, o que antes era lindo, agora ficou feio e sombrio.

Pequenas Grandes Mentiras- Liane Moriarty

Pequenas Grandes Mentiras- Liane Moriarty

Um grande sucesso adaptado para uma série de televisão mais conhecida como “Big Little Lies” escrito pela autora Liane Moriarty, julho de 2014.  Livro trazido pela Intrínseca.  Esse livro se passa em uma pequena cidade do interior, onde as protagonistas Madeline, Celeste e Jane moram. Nessa cidade só existe uma escola, e nessa escola pública estudam todos os adolescentes dessa cidadezinha, inclusive as protagonistas.

Jane acaba de se mudar para essa cidade com seu filho, que vai estudar nessa escola, no ensino fundamental. Ela é mãe solteira e super preocupada com o filho, antes de se mudar ela morava com os pais na cidade grande, por conta disso encararia agora uma nova realidade ao lado do filho.  Já a Madeline e a Celeste são mais socialites, principalmente a Celeste, ela não trabalha e seu marido é rico, então ela fica com a função de cuidar dos filhos. A Madeline trabalha meio período, seu marido também, ele trabalha em casa e tudo mais. Eles são ricos, mas conseguem ter uma vida boa e tranquila.

No início do livro já sabemos que alguma coisa aconteceu, alguma coisa grave na escola onde os filhos das protagonistas estudam, durante uma festa de perguntas e respostas com a participação dos pais. O livro já começa de trás para a frente, contando o que aconteceu 6 meses antes. Então você vai lendo até chegar no dia em que tudo isso aconteceu.

Além desse grande acontecimento,  há várias tramas se desenrolando ao mesmo tempos, como por exemplo questões de bullying na escolinha, tem a filha rebelde de uma dessas três protagonistas, os relacionamentos familiares e muitas outras coisas acontecendo ao mesmo tempo.  São esses fatores que acabam prendendo o leitor a narrativa e fazendo com que ele crie grande apego a história e a todos os acontecimentos. Fora o fato da curiosidade do leitor em relação a trama principal.

A mulher na janela- A.J. Finn

A mulher na janela- A. J. Finn

Um lançamento de 2018 da editora Arqueiro do autor A.J. Finn, “A Mulher na Janela” envolve os gêneros Romance, Suspense, Ficção, Mistério e muita genialidade do autor. Aqui a gente vai conhecer a Anna Fox, uma psicóloga infantil. Algo aconteceu na vida dela e ela passou por um trauma gigantesco e agora mora sozinha em um baita casarão. A filha e o marido não vivem mais com ela há mais de um ano por conta desse acontecimento. Além disso, ela sofre de agorafobia, ou seja, ela não consegue sair de casa e muito menos viver no mudo exterior, então a casa dela é o lugar onde ela se sente salva e protegida.

Ela não é uma pessoa completamente isolada não, ela tem acompanhamento psicológico com um psiquiatra, fisioterapia, aulas de francês, exercícios físicos   e dá suporte para pessoas que sofrem de agorafobia também. Fora tudo isso, ela tem o seu hobby favorito que é bisbilhotar a vida dos vizinhos através da janela usando máquinas fotográficas que ela tem.  Até que uma família se muda para o outro lado e ela começa a acompanhar essa família, porém algo que ela não esperava acontece, ela presencia um crime.  Mas ela é alcoólatra e mistura diversos remédios para manter seu psicológico em dia. Então é claro que a polícia não leva  a sério o relato dessa mulher, tomando tudo aquilo por um simples delírio. Na verdade, às vezes nem o leitor confia muito nessa personagem, a tornando uma narradora nada  confiável.

Um fato interessante, é que o livro tem uma premissa semelhante ao livro “A Garota do Trem”, até o fato das duas protagonistas serem obcecadas com a vida alheia, não serem narradoras confiáveis, serem viciadas em álcool e sozinhas no mundo, mas principalmente o fato de ambas presenciarem um crime através de uma janela, seja a do trem quanto a da casa.

Os Homens que Não Amavam as Mulheres- Stieg Larsson

Como todo sucesso que vira filme, é claro que com “Os Homens que Não Amavam as Mulheres”, do autor sueco Stieg Larsson, não seria diferente. O livro virou filme e fez um baita sucesso entre os amantes de filmes e os amantes de livros também. Larsson cativou a todos com sua obra icônica, com personagens incríveis e uma narrativa mais incrível ainda, trazendo muito mistério, romance policial, suspense, assassinato e muita investigação. A obra foi publicada em agosto de 2005. Infelizmente Stieg não teve o prazer de desfrutar do grande sucesso de sua obra, afinal o autor faleceu em 2004.

Trata-se de um dos volumes da série Millennium do autor. O enredo nos traz a história de um jornalista empenhado e determinado em comunicar as pessoas de muitas coisas. Uma dessas coisas é a corrupção de uma grande empresa. Porém ele não teve como comprovar sua acusação e teve de lidar com as consequências sendo processado pelos grandes poderosos que acusou.

O jornalista agora se encontra sem emprego e com um nome mais sujo que lixão, sem saída, ele agora acaba por aceitar a proposta de um senhor bem rico que o contrata para escrever a biografia de sua família. Mas não é só isso que esse senhor deseja desse homem. Ele também quer que o jornalista investigue um crime que ocorreu nessa mesma família a muitos anos atrás.  O senhor está disposto a pagar uma bolada para esse jornalista, então é claro que ele aceita.

Como há muito dinheiro na jogada, é claro que o jornalista não quer dar mancada. Por isso ele decide chamar outra pessoa para ajudá-lo a solucionar esse mistério, afinal ele não é detetive, ele é um  jornalista. Porém ele não convida qualquer pessoa para solucionar esse caso não! Ele chama a garota do dragão tatuado, Lisbeth Salander. Uma personagem feminina ìconica e muito incrível. Os dois então une forças para solucionar esse caso, e disso tudo sairá uma baita história de investigação.

A mulher entre nós- Sarah Pekkanen

A mulher entre nós- Sarah Pekkanen

É um lançamento de 2018 da editora paralela e é uma obra das autoras Greer Hendricks e Sarah Pekkanen. Na história vamos conhecer logo de cara duas personagens. A primeira delas é a Vanessa, que acabou de desfazer o seu casamento e vivia uma vida de luxo na alta sociedade, seu ex marido era um cara rico. Porém algo aconteceu nesse relacionamento e ele acabou.  Ela descobre que esse cara está noivo de uma outra garota, muito mais jovem que ela, e isso faz com que ela afunda cada vez mais em sua tristeza. Vanessa sente que precisa fazer algo a respeito dessa situação que ela se encontra, então começa a tomar atitudes que a levarão rumo ao encontro com essa outra jovem mulher.

Um outro ponto de vista que temos dessa história é o da garota jovem, a Nelly. Ela é professora de séries fundamentais, complementa a sua renda em uma lancheria, então ela é bem diferente da Vanessa. Para Nelly é tudo muito estranho, o relacionamento aconteceu muito rápido, ela sabe que ele teve uma pessoa pouco antes dela e sempre sente algo na nuca dela, alguém sempre observando ela e isso gera uma série de questões que darão andamento a essa história.

O cenário que mos aqui é de uma ex mulher ferida que talvez queira retomar o lugar dela, de uma garota jovem que tem uma condição bem diferente, mas que conquistou esse cara que está prestes a se casar com ela e ela vê a vida dela mudar completamente.  Porém existe uma dúvida no ar sobre esse cara ser bom ou ruim, sobre algumas atitudes que ele tem, sobre o que rompeu esse primeiro casamento dele, e isso tudo é o que as autoras instigam a gente a tentar descobrir ao longo dessa história.

O grande diferencial desse livro é a forma como ele se constrói e como ele coloca verdades na nossa cabeça e como ele prega peças no leitor para que a gente tenha visões diferentes de uma história que pode ser contada de formas diferentes sem causar impressões diferentes.

Garota Exemplar- Gillian Flynn

Garota Exemplar- Gillian Flynn

“Garota Exemplar” conta a história do Nick Dunne e da Amy Dunne, que são casados. O livro começa no aniversário de 5 anos de casamento deles. Quando ela aparece misteriosamente. E tudo indica que ela foi ou sequestrada e assassinada, ou algo de muito horrível aconteceu com ela. E a polícia começa a investigar porque quando o Nick saiu de casa a Amy estava lá normalmente e quando ele volta se depara com o sumiço de sua amada. Ao longo da história vamos tentar descobrir o que aconteceu de fato.

Todos os capítulos do livro alteram entre a voz do Nick, contando em tempo real o que está acontecendo, e a voz da Amy, que é mais um diário que ela começou a escrever antes mesmo de eles se conhecerem. O mais interessante dessa narrativa dupla, é essa mudança de ponto de vista, quando dois personagens diferentes apresentam versões diferentes da história, simplesmente existe a verdade de cada um.  Garota Exemplar torna isso mais palpável porque quando está no capítulo da Amy, você torce por ela, você acredita nela. E quando está no capítulo do Nick, você torce por ele e acredita nele. É uma via de mão dupla. Daí que você percebe que o casamento que parecia perfeito, não é tão perfeito assim.

Um tema muito forte que é abordado em Garota Exemplar, é sobre ser mulher, é um livro envolvente, mas tem uns questionamentos sobre ser mulher, que Amy coloca no diário dela, que são muito intrigantes. E esse livro também é sobre relacionamentos, afinal de contas, estamos falando sobre um casamento.  Mas também fala sobre como você se torna outra pessoa para agradar o outro, mesmo que  inconscientemente.

Outra coisa que permeia essa história são as mentiras, afinal de contas, você mente para as pessoas. Há no livro uma obsessão pela perfeição, porque a Amy quer ser “A Garota Exemplar”. Uma coisa que também pega na gente profundamente, é a constatação de que tudo apodrece, É como uma reflexão de como tudo será depois do “felizes para sempre”.

A Garota no Trem- Paula Hawkins

A Garota no Trem - Paula Hawkins

Um livro de Paula Hawkins, inclusive, é seu primeiro livro. Foi publicado em 6 de janeiro de 2015 pela editora Record. Foi um livro que deu o que falar, ele é um divisor de barreiras, tem pessoas que amaram e pessoas que odiavam ao mesmo tempo. Mas cada um interpreta a narrativa de uma forma, vai do senso crítico de cada um.

Ne somos apresentados a Rachel, uma mulher de trinta e poucos anos, e ela todo dia pega o mesmo trem para ir até Londres “trabalhar”, na verdade ela mente para sua amiga todos os dias dizendo que está indo trabalhar, quando na verdade está indo perambular por aí e encher a cara. Em um desses percursos, ela avista um casal em uma das casas que ela observa e fica imaginando a vida daquele casal, como uma história fictícia da cabeça dela.  Ela dá nome aos dois  mesmo sem os conhecer, só os observando de longe.

Um dos motivos pelo qual Rachel tanto observava o casal, era porque antes de levar essa vida de andarilha que ela tem agora, ela morava próximo a essa casa, com o marido. Porém por conta de seu problema de alcoolismo os dois se divorciaram e Rachel teve que se mudar para a casa dessa amiga para viver de favor.  Em uma dessas viagens de trem ela olha para a mesma casa em que o casal se encontrava e vê algo muito estranho e bizarro, que ela jamais gostaria de ver outra vez. Porém ela não tem certeza de nada, afinal pode ser delírio por conta do alcoolismo.

O livro carrega uma vibe semelhante a do livro “A Mulher na Janela”. Só que do lado de fora, afinal ela vê tudo através da janela do trem.  Uma vibe mais sombria e depressiva, onde ficamos meio que com dó da protagonista, mas ainda assim não confiamos nela. Entende? Vale a ena a leitura, e muito!

Se Houver Amanhã- Sidney Sheldon

Se Houver Amanhã- Sidney Sheldon

A trajetória de uma jovem bem sucedida que acaba se tornando uma das maiores  golpistas do mundo. Essa é a proposta desenvolvida por Sidney Sheldon em “Se Houver Amanhã”. Esse foi o oitavo romance policial escrito pelo autor, publicado em 1984.

Para quem não conhece-o além de escritor, Sidney Sheldon também era roteirista e produtor. Venceu o Oscar em 1947 pelo roteiro  do filme “O Solteirão Cobiçado”. E também ganhou um prêmio pelo musical Redhead, em 1959.

Nesse livro acompanhamos a trajetória de Tracy Whitney, uma jovem com a vida perfeita, mas que acaba sendo acusada injustamente por um crime que não cometeu. Após sofrer abusos e violência, ela sai da cadeia com um propósito. Se vingar daqueles que armaram para colocá-la atrás das grades. Nesse processo, Tracy desenvolve uma engenhosa capacidade de se disfarçar e enganar qualquer pessoa que ela queira. Se tornado assim, uma expert em aplicar golpes em pessoas ricas  e poderosas. Ela então viaja pelo mundo em busca de novos desafios, enfrentando a interpol e as polícias locais com uma série de ações cada vez mais ousadas. Seu único rival nesse ramo é Jeff, um irresistível trambiqueiro que parece estar disposto a atrapalhar a escalada de sucesso de Tracy, dentre outras coisas também.

É basicamente um livro de ação que encontramos romance e mistério, como eu citei na introdução. Trata-se de uma leitura de puro entretenimento, indicado para quem gosta de histórias despretensiosas e que não se incomode em lidar com os sucessivos clichês que esse gênero comporta. O livro apresenta essencialmente uma jornada de vingança e superação, que ainda que previsível, possui uma história bastante envolvente, regada de suspense, intrigas, reviravoltas e um toque de sensualidade na medida certa.  É narrado em terceira pessoa, propõe uma leitura dinâmica e de fácil fluidez que termina em pouquíssimo tempo.

Layla: Roman- Colleen Hoover

Layla: Roman- Colleen Hoover

Um suspense sobrenatural com elementos misteriosos permeando toda a história, talvez seja isso que mais surpreende na obra de Colleen Hoover, publicada em  8 de dezembro de 2020. Tudo começa com uma cena muito chocante. O protagonista está em uma casa e sua namorada está amarrada à cama no segundo andar e está aguardando um homem que irá chegar e entrevistá-lo.  Então já começamos a ter uma impressão muito negativa do personagem. É uma história que instiga muito o leitor, porque é esse personagem que vai contar tudo pra gente.

A história será narrada por ele e será intercalada entre presente e passado, então o momento presente é essa entrevista e o passado é tudo que aconteceu antes de chegarmos a esse ponto. É uma estratégia narrativa muito bem sucedida para prender a atenção do leitor, porque queremos saber a qualquer custo o que irá acontecer dali em diante. Essa é realmente a intenção da Colleen, prender o leitor na história de maneira bem estratégica, mesmo que ele não perceba e tudo flui muito rápido.

Leeds e Layla são um casal, a gente acompanha pela história todo o relacionamento dos dois, de como eles se conheceram, como o relacionamento deles se desenvolveu, em que pé estava quando tudo isso aconteceu. Como estava o relacionamento deles e é tudo muito fofo e muito cor de rosa.  Logo após essa má impressão que temos do personagem o Lee, voltando no passado e vendo tudo isso a gente começa a achar o casal muito fofo e torcer por eles.  O livro é muito mais complexo do que apenas esse suspense que está acontecendo ali.

Enfim, a trama é cheia de intrigas, segredos, suspense, paixão, romance e muita reflexão sobre cada detalhe da trama, faz com que possamos nos aventurar de maneira incrível por todos os elementos da trama. A autora te cativa e faz com que se sinta focado e dentro da trama.

A mulher oculta-  Karin Slaughter

A mulher oculta-  Karin Slaughter

O surgiento de um cor traz a tona  um assassinato em uma  obra isolada, faz com que  Will Trent e o Bureau entrarem em um caso que vai  muito além de   perigoso, quando o corpo  é reconhecido  como  o de um ex-polícial.

 

Após fazer a autópsia, Sarah, a nova detetive do FBI, ela tem um caso Will,  para encontrar fatos que mostram que a grande parte do sangue encontrado não é  da vítima. Certamente, um rastro de sangue que não  se encaixa na cena do crime, comprova  que tem outra vítima, uma moça  que sumiu e, se não acharem ela  o mais rápido possível, ela vai morrer.

 

O local onde ocorreu o crime é pertencente  ao morador  mais conhecido  da cidade: um atleta com dinheiro, poder e bem  relacionado politicamente, tem a proteção  dos advogados mais importantes dos Estados Unidos, um rapaz  que já se via  livre  de um caso de violação, mesmo com  todo o  esforço de Will para colocá-lo atrás das grades.

Porém  o pior ainda se aproxima. O  álibi com a força de um tsunami, O que causa  coisas horríveis  a Will e a todos aqueles  que te cercam  à sua volta, até os seus  parceiros, família, amigos e até  os  suspeitos que o perseguem conectam  o passado louco  de Will ao crime,  e isso o acompanhará  e irá arrasar a sua vida.

A escritora  norte-americana lançou  já oito livros da série, mesmo que no nosso país não haja  tantas edições assim  de todos, nem mesmo  toda a sua sequência , o que é bem desagradável  para todos leitores. Voltando a trama, o enredo principal, que é realmente o mais importante, não tem nada de errado, é tudo bem dinâmico e gráfico, sendo até bem cativante para todos  nós leitores. Nós que adoramos um bom mistério, uma boa história de crime e resolução de alguma investigação, esse livro é pra gente.

Flores Partidas- Karin Slaughter

Flores Partidas- Karin Slaughter

No livro Flores Partidas  iremos  ser apresentados  a trama das irmãs Lydia e Claire. Ambas as  duas não têm contato há 18 anos, porque  no passado, Lydia denunciou  o parceiro  de Claire, Paul, de tentativa de estrupo. Com base no fato que Lydia era o que podemos chamar  de “a excluída da família” , uma pessoa  que  usa  drogas, e traz muita confusão para os pais, e que Paul era um garoto  que era bonzinho  e super discreto, é óbvio  que a irmã não encontrou cabimento na acusação, preferiu  ficar do lado do  namorado e se afastou  de perto de Lydia.

Contudo,  isso não foi  nem um terço do que a família viveu. Alguns anos antes  do ocorrido, a terceira irmã das duas, Júlia, sumiu  curiosamente de supetão  e nenhum ser  nunca mais viu ela. Os policiais investigaram  por um bom tempo, a imprensa  comentou sobre  o caso por um tempo, mas, como as poucas  pistas não os encaminhou  a nenhum lugar , as buscas  se deram por  encerradas, o que deixou  a família inteiramente  aos prantos. O que, inclusive, foi a motivação  que fez com que Lydia se entregasse  ao mundo das drogas e outros fatores ruins.

Porém  retornado  para o agora, em 22 anos após  o  sumiço  de Julia e 18 após  a  desunião  das duas irmãs que sobraram, Paul, que agora é esposo de Claire, é violentamente  morto e ao revirar  o computador e as  coisas de seu esposo assassinado, Claire vai encontrar um coisa horrível,algo tão péssimo, mas tão péssimo, que dificilmente acredito que  vocês imaginariam, podem até tentar, mas duvido que acertem. Então  a partir dessa ideia que sai  toda a narrativa e desenrolar dessa trama intrigante.

Uma história onde relações familiares, mistério, romance, drama, tristeza e suspense rodeiam todo o livro. Dificilmente você irá se desapegar da trama, ou se afastar da linha de raciocínio da  autora. Prepare-se para um misto de emoções.

Leia também Livros de Mistério e Romance

Deixe um comentário