Livros de Mistério e Romance

Há quem ame um bom livro de mistério e há quem ame um bom livro de romance. E quando os dois gêneros se fundem? Melhor ainda, não é?

Nessa lista você encontrará livros com investigações, assassinatos, mistério e muito romance!

Veja também Os 20 melhores livros de mistério

Boneco de Neve- Jo Nesbø

Boneco de Neve- Jo Nesbø

Ver melhor preço

Esse livro é para aquele tipo de leitor que adora um thriller com uma boa história de suspense e terror psicológico. Aquelas histórias que não só dão medo, mas também criam uma tensão! “Boneco de Neve” foi escrito pelo autor noruegues Jo Nesbø, e foi publicado em 2007 e lançado pela editora Record, sendo inclusive adaptado para filme em 23 de Novembro de 2017, filme dirigido por Tomas Alfredson.

É o sétimo livro protagonizado pelo investigador Harry Ron. Sim, existe uma série, porém os livros são independentes e você pode ler com tranquilidade e sem a necessidade de uma ordem cronológica, afinal as histórias são paralelas. O livro é um thriller bem denso, bem planejado e estruturado, vale muito a pena a leiteira.

Voltando à narrativa, o livro se passa todo na Noruega, em Oslo, e a história gira em torno de uma mulher que é casada e tem um filho, e desaparece do nada. Só que um detalhe suspeito, antes de seu desaparecimento, ela chega em casa e elogia um boneco de neve que está do lado de fora da sua casa para o marido e o filho. Porém os dois alegam que não fizeram boneco de neve algum, e outro fato bizarro é que o boneco não estava virado para a rua, ele estava virado em direção à casa, olhando fixamente para ela.

Leia aqui também os melhores livros de romance.

Ai que então entra o detetive Harry Ron, um detetive muito conhecido por desvendar vários mistérios e resolver muitos crimes, ele cuidará desse caso e embarca em uma investigação que tem como uma única pista o cachecol pendurado no boneco de neve, que é o cachecol da mulher desaparecida, ele suspeita de que tudo isso seja obra de um cereal killer, e que a mulher não está apenas desaparecida, ela está morta!

Ao longo da história, o caso se engloba com outros casos e vem á tona desaparecimentos de outras mulheres semelhantes a esse e tudo vira um bolo de informações  que só o detetive Harry Ron poderá organizar e desvendar esse mistério.

Um Estudo em Vermelho- Arthur Conan Doyle

Um Estudo em Vermelho- Arthur Conan Doyle

Ver melhor preço

O primeiro livro de Sherlock Holmes, tendo sua primeira publicação em julho de 1888, pelo autor Arthur Conan Doyle. O personagem que revolucionou o gênero de livros de investigação, Sherlock Holmes é o detetive mais famoso do mundo, sendo inclusive adaptado para filmes, séries e diversos outros livros que vieram depois.

Como o livro é o início de tudo, nós acompanharemos,  desde o primeiro encontro até sua grande parceria, a relação de Sherlock Holmes e Dr. Watson. Tudo começa quando Sherlock está à procura de um lugar para morar, afinal os preços de aluguel em Londres não estavam nem um pouco favoráveis, por conta dos preços ele está a procura de alguém que possa dividir um apartamento com ele. Até que um dia um colega de laboratório de Holmes apresenta o mesmo para um amigo seu que acaba de chegar da guerra, esse amigo é ninguém mais ninguém menos que o Dr. Watson, um médico que também está procurando um lugar para ficar.

Os dois então começam a morar juntos e Watson começa a ficar intrigado com a profissão exercida pelo colega de apartamento, afinal Holmes está sempre recebendo ligações estranhas e está sempre recebendo pessoas desconhecidas em seu apartamento.  Holmes é um detetive que ajuda outros detetives em casos de assassinato ou desaparecimentos alheios, ele é mito inteligente e tem uma ótima facilidade em advinhar e ler as pessoas muito bem. Inclusive, quando ele conheceu o Watson ele descobriu que o mesmo estava trabalhando na guerra apenas com uma rápida observação.

Leia também livros de fantasia e Romance.

Certo dia Sherlock recebe uma ligação, houve um crime, ele convida o curioso Dr. Watson para checar o local. Quando os dois chegam na cena do crime eles encontram o corpo da vítima em uma posição muito estranha, só que mais estranho do que a posição da vítima é o fato dela não possuir marca de perfuração alguma no corpo nem sinal algum de assassinato, outro fato é que a casa não parece ter sio invadida. Sherlock faz um relatório que deixa Watson ainda mais intrigado e os dois embarcam em uma aventura para descobrir quem foi o assassino e quais foram as suas motivações.

Crime e Castigo- Fiódor Mikhailovitch

Crime e Castigo- Fiódor Mikhailovitch

Ver melhor preço

Livro de autoria do filósofo e escritor do Império Russo, Fiódor Mikhailovitch, publicado em 1866. Seus gêneros engloba Romance, Romance psicológico, Romance policial, Romance filosófico, Ficção policial.  Ele conta a história do jovem Raskólnikov, um estudante jovem, pobre e em pânico que rodeia as ruas da cidade de São Petersburgo até o momento em que o garoto comete um crime. Mais tarde o mesmo tenta justificar seus crimes através de teorias de grandes filósofos mortos através da história.

Apesar dos crimes que cometeu, na medida que começamos a ler o livro começamos a nos preocupar com Raskólnikov, a entender mais o lado dele, a ter apreço pelo garoto, afinal é isso, ele é apenas um garoto. Porém nada disso faz com que o personagem se torne um santo! Muito pelo contrário, ele é na verdade um egocêntrico que na maioria das vezes se deixa dominar por tais sentimentos e acaba agindo por impulso, mas ao longo da história vamos entendendo mais a sua narrativa. O personagem era ateu, ele não acreditava que havia alguém olhando pelas pessoas lá de cima, o que poderia justificar a situação em que ele se encontrava. Mas havia uma coisa que ele idolatrava mais o que qualquer outra coisa na vida, grandes filósofos  como Napoleão e César, alegando que ambos fizeram de tudo por sua suas existências sem se importar com pessoas que eles consideravam intelectualmente  inferiores.

Digamos que o autor teve uma bela sacada, englobando filosofia e ficção, trazendo fantasmas filósofos da história para sua trama de uma maneira tão incrível e profunda de maneira a nos fazer refletir sobre a vida, sobre o que acreditamos, nossas crenças e descrenças e, é claro, ações que podemos ter semelhante ao garoto Raskólnikov, mas sem notarmos. É uma obra prima que carrega uma baita reflexão sobre a vida, vale muito a pena a leitura.

Morte No Nilo- Agatha Christie

Morte No Nilo- Agatha Christie

Ver melhor preço

Um caso a ser desvendado por Hercule Poirot em um cruzeiro no Rio Nilo. A milionária Linnet Doyle é encontrada morta neste cruzeiro, que deveria ser em comemoração de sua lua de mel com o ex-parceiro de sua melhor amiga, que junto dela é também um suspeito. Mas para o prazer de todos, na verdade só dos leitores e familiares de Linnet, o detetive Hercule Poirot está a bordo e determinado a resolver esse mistério, QUEM MATOU LINNET DOYLE?

Esse é um dos livros mais aplaudidos de Agatha Christie, só deixa ainda mais comprovado que ela é realmente a “rainha do crime”. Nessa trama ela criou vários e vários personagens, o leitor no início até fica meio perdido, tendo até eu parar o texto de vez em quando para memorizar quem é quem, mas conforme a leitura você irá se acostumando.

O núcleo principal da história fica nesse triângulo amoroso entre Linnet Doyle, sua ex melhor amiga e o ex noivo dessa antiga melhor amiga, que agora é o atual marido de Linnet. Confuso né? Vou explicar melhor, Linnet tem uma grande empresa, e sua melhor amiga pobre está prestes a se casar, mas não tem dinheiro. Então essa amiga de Linnet vai atrás dela pedir um emprego para o seu noivo, mas ela não contava que Linnet, quem ela considerava sua melhor amiga, roubaria o seu noivo e se casaria com ele!

Tomada pela raiva, a noiva trocada pela melhor amiga embarca rumo ao Rio Nilo, no mesmo cruzeiro que Linnet e seu atual marido irão passar a lua de mel, atrás de vingança. Um fato importante é que todos os personagens do livro vão a esse cruzeiro depois da jovem milionária anunciar que irá viajar em lua de mel por lá Todos os personagens que agora são todos suspeitos.

Agatha Christie faz de tudo para que todos nós leitores possamos entrar na brincadeira, para que nós possamos nos sentir detetives também.

A mulher na janela- A. J. Finn

A mulher na janela- A. J. Finn

Ver melhor preço

A.J.  Finn nos trás uma obra toda ambientada para um caminho mais sombrio e macabro, tudo em apenas um lugar, que mais pra frente se tornará motivo de medo para todos nós.  Publicado em 2 de janeiro de 2018, “A Mulher na Janela” conta a história de uma mulher que sofre de diversos problemas psicológicos, sendo eles agorafobia, síndrome de pânico e depressão. Se tudo isso já não fosse o suficiente, ela também mistura diversos medicamentos e não sai de casa a muito tempo, tendo contato apenas com sua fisioterapeuta, seu psicólogo e o homem que ela abriga em seu porão.  Certo dia, uma família se muda para uma casa ao lado dessa mulher, e ela acaba ficando obcecado com eles e fica constantemente observando eles de sua janela, porém em uma dessas olhadas para a casa da família a través da janela de sua casa, essa mulher acaba presenciando algo que jamais gostaria de ter presenciado!

O livro é uma mistura de suspense, mistério e terror psicológico, onde sabemos tudo sobre a protagonista que além de nunca sair de casa e ter diversos problemas psicológicos, ela ainda é alcoólatra, são esses e diversos outros aspectos que a tornam uma narradora nem um pouco confiável, então não sabemos o que de fato é real e o que é fruto da mente conturbada dessa mulher, só no desenrolar da história que vamos entendendo um pouco mais sobre  os fatos ocorridos e toda a narrativa da Anna, a nossa protagonista.

Materializamos todo um  cenário na nossa cabeça, de maneira que em certo momento da história já conhecemos a casa em seus mínimos detalhes, já imaginamos as expressões da protagonista, todas as cenas e momentos da trama. Conseguimos facilmente captar todo o clima do cenário, dos momentos, da energia que a cena nos transmite, todo um cenário de ilusão criado na cabeça de Anna referente à família ao lado.

Verity-Colleen Hoover

Verity-Colleen Hoover

Ver melhor preço

A trama gira em torno da escritora que se encontra em dificuldades financeiras e que tem apenas uma saída, uma proposta de trabalho que ela terá como objetivo escrever os últimos volumes da série de livros de Verity Crawford, uma famosa autora que não pôde mais escrever devido a um trágico acidente.

A obra foi publicada em 7 de dezembro de 2018 por Colleen Hoover que tem autoria de diversos livros como Deixe a Neve Cair, É Assim Que acaba e A Paciente Misteriosa.

Compartilhando o protagonismo com Verity, temos Lowen Ashleigh.  Ela narra uma parte bem significativa da história, mas é Verity que rouba a cena em grande parte da história, digamos que ela é uma personagem bem ìconica e tem todo o seu sucesso merecido.

Ashleigh é uma autora  de suspense,  ela é muito fechada, porém há motivações para isso, ela não participa de eventos como feiras de livros e sessões de autógrafos, não é conhecida  e muito menos tem dinheiro, e por mais que confie nela, ao mesmo tempo não confia. E também não quer contato com ninguém. Certo dia,  o agente dela anuncia qual será o próximo trabalho da autora, terminando os livros de Verity, uma escritora muito famosa.

Verity também é uma autora de suspense, mas ao contrário  de Lowen ela é muito rica e famosa, A mesma possui  diversos volumes de livros em série  que as pessoas compram como  como água. E não brinco quando digo que é uma série muito famosa não,seus livros são muito famosos e batem recorde de vendas. Mas Verity se acidenta feio  e não irá  mais conseguir trabalhar em seus livros. O esposo dela, Jeremy, e sua  editora, resolvem buscar uma nova escritora para finalizar essa série. Lowen fica chocada com a proposta, porém está precisando de dinheiro e é muito fã do trabalho de Verity, mas também começa a gostar  do  marido. Então Lowen se muda para a casa deles, provisoriamente,  para checar as anotações e coisas escritas  de Verity e escrever um final à altura  para a série, entretanto, quando ela está por lá,  passa a notar  que há  diversas  coisas  à mais se passando  naquela casa do que ela imagina.

Os Assassinatos da Rua Morgue- Edgar Allan Poe

Os Assassinatos da Rua Morgue- Edgar Allan Poe

Ver melhor preço

Para muitas pessoas, é quase impossível pensar no escritor norte-americano Edgar Allan Poe sem relacionar a sua figura, única e exclusivamente, como uma referência no gênero terror. Acontece que a importância desse autor foi muito maior, sua obra influenciou também outros gêneros literários, onde com certeza um dos melhores exemplos é o romance policial.  Você com certeza já deve ter ouvido falar de um detetive chamado Sherlock Holmes, como o que citei aqui. Esse personagem é muito lembrado principalmente pela sua facilidade em resolver mistérios com base na lógica utilizando a dedução como método. Sem Edgar Allan Poe, Sherlock Holmes nem existiria, ou se existisse seria completamente diferente, assim como o gênero de ficção policial inteiro seria diferente se não fosse a genialidade de Poe.

E a origem de tudo isso veio graças a um conto, publicado nos Estados Unidos em 1841, “Os Assassinatos na Rua Morgue”. A história veio a público graças a uma publicação em uma revista da Filadélfia. Revista que o próprio Poe era editor. Nessa história temos a primeira aparição de um personagem chamado Auguste Dupin, também conhecido como Detetive Dupin. Tudo é narrado por um homem que não sabemos o nome, mas que ao longo da história se aproxima desse personagem, Dupin, e acaba se tornando seu amigo. A leitura começa com uma espécie de ensaio sobre a habilidade de certas pessoas em analisar certas coisas e em utilizar o método dedutivo como forma de compreender o mundo.

Na trama Auguste Dupin embarca em uma investigação referente a morte brutal de uma senhora de idade e sua filha. Ambas eram as únicas moradoras do prédio da Rua Morgue. O livro possui dois relatos e Edgar Allan Poe reforça a importância da lógica e dedução na resolução de mistérios.  Ele realmente revolucionou o gênero terror, suspense e romances policiais. Mais do que isso ele fez história no mundo literário.

A Sombra do Vento- Carlos Ruiz Zafón

A Sombra do Vento- Carlos Ruiz Zafón

Ver melhor preço

Um mistério e suspense de Carlos Ruiz Zafón, publicado em 2001, traz a história de Daniel, um jovem garotinho que acaba de completar 11 anos de idade. Porém o garoto está muito triste, afinal não se lembra mais do rosto da mãe que faleceu há alguns anos.  Para melhorar o humor do filho, seu pai o leva para um lugar repleto de livros, mais conhecido como Cemitério dos Livros Esquecidos. Lá Daniel encontra um livro chamado “A sombra do Vento” de Julián Carax, e ele fica completamente obcecado pela obra.

Porém, quando ele começa a procurar outros livros de Carax, ele percebe que há alguém destruindo todas as obras do autor, e esse livro que Daniel tem pode ser o último existente.  Então ele e seu amigo decidem percorrer as ruas e vielas de Barcelona para descobrir o que está acontecendo, ambos iniciam uma investigação sobre o caso de Julián, que agora é o autor favorito de Daniel. Os anos se passam e uma inocente brincadeira de detetive acaba se tornando coisa séria.

O livro é daqueles mágicos, que nos surpreende em seus mínimos detalhes, para qualquer tipo de leitor. Seja ele fascinado por fantasia, terror, romance, drama ou suspense. Tudo isso é devido a escrita desse autor, Carlos Ruiz, vai muito além das barreiras que dividem os gêneros da literatura. Por conta disso, ele não poderia ficar fora dessa lista de maneira alguma.  O autor trouxe algo diferente de tudo que podemos ter lido ao longo da nossa jornada literária, o livro traz um toque fortíssimo de melancolia e a ternura, ele te toca de diferentes formas.

História narrada em primeira pessoa, narrada por Daniel, ele é filho de um dono de uma livraria, foi assim que ele foi introduzido ao seu autor favorito. Além de abordar toda a história de Daniel e o livro, a trama colocará diversos personagens em seu caminho. Fora isso também irá nos introduzir em seus dramas adolescentes, para dpois se encaminhar para o clímax da história.

Os Homens que Não Amavam as Mulheres- Stieg Larsson

Os Homens Que Não Amavam as Mulheres- Stieg Larsson

Ver melhor preço

Publicado em agosto de 2005, “Os Homens que não amavam as Mulheres” é um clássico de suspense escrito por Stieg Larsson. O livro nos trará a história de uma dupla incrível que se junta para resolver um caso. A história é incŕivel porque é uma junção de mistério, suspense, romance policial e nos traz uma vibe mais séria e madura sobre a a história que por sua vez carrega uma trama bem complexa e com personagens mais complexos ainda.

Um jornalista está sendo processado por escrever matérias falsas e sem provas sobre uma grande empresa que ele diz ser corrupta. Então ele fica sem emprego e está prestes a ir pra cadeia, mas um bom velhinho decide ajudá-lo e o contrata para escrever uma biografia sobre a sua família, não só isso, ele quer que esse jornalista investigue um crime que ocorreu dentro dessa mesma família.  Mas ele precisará de alguém para ajudá-lo, até porque ele é jornalista e não um detetive. Então ele vai contar com a ajuda de uma hacker habilidosa para resolver esse mistério, e é ela, a garota do dragão tatuado, Lisbeth Salander.

O livro é um suspense que deve-se ter atenção nos mínimos detalhes, afinal são muitas coisas acontecendo o tempo todo, com muita frequência. Stieg acertou muito na criação de seus personagens, são todos muito profundos e icônicos e a história vai tomando um rumo cada vez melhor ao longo de toda a trama. Esse livro faz parte da trilogia Millennium.

O modo como Stieg Larsson escreve  é muito  desafiador, viciante e perfeccionista . Há 528 páginas de muita ação, do tipo que vicia o leitor do começo ao fim. Larsson teve a capacidade de englobar  muitos  contextos sem fazer com que a história fique confusa  e dá uma bola de neve de emoções e sensações: mas ao mesmo tempo você quer encerrar logo  a história para  saber o final e no final tudo o que resta é a saudade de tudo.

 O Clube do Crime das Quintas-Feiras- Richard Osman

 O Clube do Crime das Quintas-Feiras- Richard Osman

Ver melhor preço

Trazido pela editora Intrínseca, escrito por Richard Osman e publicado em 2 de junho de 2021 (o mais recente até agora). Se trata de um livro de suspense e mistério, mas é provável que você dê umas boas risadas com esses personagens.

“O Clube do Crime das Quintas-Feiras” tem esse nome porque os nossos protagonistas, que são a Elizabeth, Ibrahim, Joyce e Ron, são residentes de um retiro de alto padrão  na Inglaterra. Neste lugar tem diversas atividades, como pilates, clube de xadrez, caça palavra, enfim, é como se fosse um asilo de gente rica, só que mais elaborado. Em uma dessas salas, esses quatro velhos amigos,  se reúnem às quintas- feiras para falar sobre alguns casos e meio que “investigar” todos eles. Investigação essa que não levará a lugar algum, até porque eles não são detetives e aquilo não passa de uma brincadeira.  O lugar em que eles vivem, antigamente era um convento, isso vai ter relação com a história também.

Joyce é recém chegada na sociedade, e logo ela já conhece Elizabeth e faz amizade com ela, porque Elizabeth está interessada na antiga profissão de Joyce, ela era enfermeira e pode usar seus conhecimentos para ajudar nas “investigações”.  Elizabeth é um tanto intrometida, mas ganha o nosso coração com seu jeitinho único e fofo.

Logo no começo do livro, acontece um assassinato de verdade, e esses amigos sentem que precisam desvendar esse mistério em volta desse caso e encontrar o assassino.  E assim O Clube do Crime das Quintas- Feiras entra em ação para solucionar essa missão.

A coisa que mais cativa nesse livro é a cumplicidade e amizade desse grupo, eles são fofos, mas cada um tem sua personalidade forte e é único de algum jeito. Todos são determinados e os diálogos, além do caso óbvio, é a coisa mais interessante do livro.

O Assassinato de Roger Ackroyd- Agatha Christie

O Assassinato de Roger Ackroyd- Agatha Christie

Ver melhor preço

Considerado um dos melhores livros da Agatha Christie, “O Assassinato de Roger Ackroyd” foi publicado em junho de 1926 nos Estados Unidos. É o terceiro romance policial com o detetive Hercule Poirot, que irá investigar quem matou o milionário Roger Ackroyd em uma pequena rua inglesa. Ele foi encontrado esfaqueado em seu escritório e a arma do crime é uma adaga tunisiana.  Muitos leitores consideram esse livro um dos mais incríveis da literatura policial, isso porque ele é inesperado, surpreendente e incŕvel.

Na autobiografia de Agatha Christie, que foi publicada em 1977, ela revelou algumas inspirações para essa obra. A ideia principal do Roger ackroyd veio de uma sugestão do cunhado dela. Ele teria considerado a trama bastante original de se abordar. Outra possível inspiração foi no caso do assassinato de Charles Bravo, um advogado britânico que foi morto com veneno em 1876, ele demorou 3 dias para morrer e o caso jamais foi solucionado, sendo assim um dos crimes mais misteriosos da Inglaterra.

O mais interessante nessas tramas de assassinato da Agatha Christie, é o fato de que no inico não sabemos nada sobre a vitima, porém no desenrolar da história, tudo fica mais claro, conforme vamos conhecendo os suspeitos, vamos entendendo como a vitima era, como se comportava com as outras pessoas, se era boa ou ruim, se nós nos colocariamos no lugar do assassino, dependendo de suas motivações. Esse livro foi incrível nesse aspecto, ele carrega uma vibe ainda mais misteriosa, você simplesmente encarna um detetive e será parceiro de Point nesta investigação. Dá até vontade de dar umas cutucadas nele pra ele acordar e se ligar no detalhe que você percebeu e ele não.

Porém,  a morte de  Ackroyd não foi a única a deixar em choque a vila  King ‘s Abbot. Algum tempinho  antes, Ashley Ferrars morreu, provavelmente  foi envenenado pela companheira Dorothy. Logo após  ela provavelmente se suicidou. Dorothy tinha um caso com Ackroyd e, por conta disso, desconfia-se  que há uma ligação  entre as mortes.

O Misterioso Caso de Styles- Agatha Christie

O Misterioso Caso de Styles- Agatha Christie

Ver melhor preço

Quando o assunto é romance policial, tem que deixar a Agatha Christie brilhar, certo?

Tudo começou quando uma irmã desafiou a outra a escrever uma boa história de detetive, assim nasceu a irretocável carreira literária daquela que até hoje é reconhecida por ser “a rainha do crime”, Agatha Christie. E com ela, o primeiro de seus mais de 70 romances policiais, “O Misterioso Caso de Styles”.

Concluído em 1917 e publicado nos Estados Unidos em outubro de 1920, após enfrentar sucessivas recusas de editores, esse livro marca, também, o surgimento de um dos mais célebres investigadores da ficção, o detetive belga Hercule Point. Nessa história, ambientada em Essex, na Inglaterra, no período da primeira guerra mundial, acompanhamos o relato de Arthur Hastings, um ex oficial do exército britânico  que após uma licença convalescência acaba aceitando um convite de seu amigo, John Cavendish, para passar uma temporada em Styles.  Styles, a imensa e isolada casa de campo de sua família, sem imaginar a trama que o aguarda.

Durante uma noite, a madrasta de John, a herdeira da propriedade, acaba morrendo em seu quarto sob circunstâncias que sugerem um crime de envenenamento.  O principal suspeito é o seu marido 20 anos mais jovem, Alfred. Porém, todos os moradores da casa tem motivos suficientes para ter assassinado a herdeira e não possuem um álibi convincente. Para tentar solucionar o caso, Hastings recorre a um velho amigo, Hercule Point.

Narrado em primeira pessoa, através da perspectiva do personagem Arthur Hastings,  “O Misterioso Caso de Styles” apresenta um texto objetivo e de linguagem simples, que permite uma leitura de fácil fluidez e compreensão. Trata-se de uma história engenhosa e recheada de reviravoltas, o que é essencial em obras desse gênero.  Uma considerável lista de suspeitos com motivações para praticar o crime, afinal não há nada de mais frustrante do que um mistério cuja condução nos leva a um único e óbvio suspeito, não é mesmo?

Areia Movediça- Malin Persson Giolito

Areia movediça-Malin Persson Giolito

Ver melhor preço

Esse livro foi publicado pela editora Intrínseca, por  Malin Persson Giolito, em 2016. A turma foi até adaptada para uma série na netflix, série essa que deu  o que falar. Na história conheceremos Maja, uma jovem de 18 anos que está sendo acusada de planejar e causar um atentado em sua escola, junto com o seu namorado. Somos introduzidos logo de início para o julgamento da garota, onde começa a história e embarcamos em um relato com diversos flashbacks, a partir daí começamos nossas próprias análises com base no depoimento e da narrativa de Maja sobre sua vida, seu relacionamento com esse namorado, sua relação com a família e sua defesa, sendo ou não convincente. Vamos analisar tudo o que o livro nos proporciona para saber se ela é ou não culpada.

Maja tem uma vida bem estruturada, nada lhe falta, ela pertence a uma família rica, namora o garoto mais popular da escola e que é o mais bonito e rico também, tudo indica que ela tinha uma vida quase perfeita.  Porém como nem tudo são rosas, ficamos sabendo de cara que houve um tiroteio na escola de Maja, seu namorado e sua melhor amiga morreram nesse mesmo tiroteio, mas Maja é a única que escapa sem nenhum arranhão, nem um tiro de raspão, esse fato a torna a principal suspeita desse crime. Por conta da repercussão do atentado, Maja acaba se tornando a adolescente mais famosa da Suécia, e também a mais odiada, afinal todos acreditam que ela é sim a culpada.

O livro é intercalado entre passado e presente, o ritmo dele nos faz ficar sempre ligados no 220, afinal é uma leitura bem intrigante, onde ficamos sempre alerta e ansiosos para descobrir se Maja é ou não culpada.  O mais interessante é toda a crítica que Malin traz em seu livro, ela aborda muito bem a desigualdade social e econômica na Suécia. Outro fator interessante é toda a análise e quebra de expectativa que temos em relação à personagem Maja, sua relação com seus país foi uma dessas quebras também, é normal que mude de opinião algumas vezes durante a sua leitura, mas faz parte!

A Zona Morta- Stephen King

A Zona Morta- Stephen King

Ver melhor preço

“A Zona Morta” ou “The Dead Zone”, foi publicado em 1979 pelo astro do suspense, terror, mistério e tudo que há de mais perfeito no mundo, Stephen King! Essa foi a sétima obra publicada pelo mestre, e essa edição é da Suma de Letras. Esse foi um dos primeiros romances do King a ficar entre os 10 romances mais vendidos do ano nos Estados Unidos, sendo até nomeado no locus award, uma premiação literária onde os melhores livros são premiados em uma votação realizada pelos leitores.

Aqui somos apresentados ao John Smith, que até então é uma criança normal, até que ele cai no gelo enquanto patina e bate a cabeça. Esse acidente faz com que o garoto tenha alguns pressentimentos sobre diversas coisas que viriam pela frente. O tipo de pressentimento que envolve alertar algum amiguinho de uma explosão que viria futuramente, um futuro bem próximo, envolvendo ácido.  Ou pressentimentos bem medianos, como prever qual será a próxima  música da rádio.

Passado algum tempo, John cresce, vira professor e um amor em forma de personagem. Sendo um rapaz bem descontraído, engraçado, espontâneo e muito amado pelos alunos, por nós leitores e principalmente por Sarah, sua namorada. Um casal que já nos encanta de cara, são muito fofos e felizes juntos e vamos criando apreço pelos dois.  Está tudo muito lindo, muito colorido, mas isso é um livro do Stephen King, não se iludam achando que vão ver arco- íris.

Certo dia, eles decidem passar o dia em um parque onde está rolando uma feira de jogos. O John, muito espertinho, usa o seu raro pressentimento para jogar em um jogo de roleta e ganhar 500 dólares.  Nesse mesmo dia a namorada de John começa a sentir-se meio mal durante esse jogo e John a leva para a casa.

Tudo estava muito bem, até que John sofre um acidente muito grave e fica internado em coma durante 5 anos. Nessa confusão toda conhecemos Greg Stillson, um ser desprezível que vende bíblias e livros sobre a conspiração judaico-comunista  contra os Estados Unidos. Esse Greg Sentia que estava destinado à grandeza e para isso ele deveria se tornar o presidente dos Estados Unidos. Quando John acorda do coma, ele continua com aqueles pressentimentos, mas agora bem mais fortes e detalhados.  Quando John toca as pessoas, ele tem um pressentimento sobre o passado, o presente e o futuro, e isso deixa o rapaz muito, mas muito, famoso.

Joyland- Stephen King

Joyland- Stephen King

Ver melhor preço

Outro livro do astro Stephen King, esse é o tipo de livro recomendado para quem quer começar a ler Stephen King, é um ótimo livro de entrada, não somente por ser um livro fino e rápido de ler, mas também por não conter tantos elementos de terror. O livro foi publicado em 4 de junho de 2013.

Esse é um dos livros do Stephen KIng que não se encaixa necessariamente no

gênero terror, ele tem uma história que a princípio leva a crer que é de terror, mas não é um livro de terror.

A trama gira em torno de Devin Jones, um universitário que pega um emprego temporário no parque, como ajudante de serviços gerais, e passa uma temporada de verão trabalhando nesse parque.   E por lá ele descobre que tem um caso muito misterioso do assassinato de uma mulher chamda Linda Gray, que foi morta no trem fantasma, inclusive há uma lenda de que o fantasma dessa mulher ainda se encontra naquele trem buscando justiça, afianl o seu assassino ainda não foi pego.

Devin fica muito intrigado com esse caso e resolve pesquisar mais sobre ele, fazendo assim uma baita pesquisa sobre. Então ele pergunta um pouco aqui, pergunta um pouco ali, pede ajuda para uma colega para dar uma investigada no assunto, busca saber mais através de jornais antigos, enfim, aí que as coisa começam a ficar mais perigosas para ele. Ele conhece Annie e seu filho Mike, que é um garotinho que tem um problema muscular e não tem muito tempo de vida, e fazem uma amizade que vai ajudar a solucionar esse caso da Linda Gray.

A escrita de Stephen King é muito gostosa e detalhista, entra muito na vida dos personagens dessa história, então a gente conhece bem eles, com mais profundidade e tem esse contato e apego com esses protagonistas, principalmente com Deni.

2 comentários em “Livros de Mistério e Romance”

Deixe um comentário